Uma entrevista que o Dune fez comigo, respondendo perguntas sobre a Loritta, o que eu faço da vida, e a resposta da pergunta mais interessante de todas... Da onde será que surgiu o meu nickname?


Em 07/06/2021 eu decidi que eu iria fazer um banner para usar no Discord, graças a datamining do cliente e como algumas pessoas da equipe do Discord já estavam usando a funcionalidade, eu já conseguia ver a resolução e como os banners ficariam nos perfis da pessoa, então ideias já começaram a serem boladas na minha cabeça para fazer um banner incrível!

Para criar a animação, em vez de eu usar After Effects ou até mesmo o Photoshop, eu decidi programar a animação em Kotlin, ou seja, cada frame é gerada usando a API de gráficos do Java! Enquanto eu nunca usei o After Effects, eu já tinha tentado usar o MAGIX Vegas para fazer o banner do SparklyPower antes, e os motivos para eu ter decidido fazer usando programação foram porque...

  • Você não tem um controle bom pela ferramenta de Track Motion no Vegas, se você mexe um pouquinho no mouse ele já mexe muito devido ao tamanho do canvas.
  • As configurações de easing de Track Motion, enquanto existem, não permitem muita customização exceto na "suavidade" dela.
  • O Vegas joga fora a qualidade das suas imagens por algum motivo, mesmo que a imagem tenha o mesmo tamanho do canvas que você deseja! O único jeito seria aumentando o tamanho da imagem antes de usar no Vegas, mas isso dá muito mais trabalho.

Então eu decidi fazer programaticamente mesmo, pelo ou menos se eu falar que um pixel deve ser de tal jeito, ele REALMENTE vai ser de tal jeito!


https://pbs.twimg.com/media/EiAqhIyWAAAgf-A?format=jpg&name=small

Eu gastei horas fazendo algo praticamente inútil.

Eu estava pensando em implementar uma VM que executa jogos feitos com o GameMaker: Studio 1. (Sabia que o ".exe" de jogos feitos pelo GM:S é uma VM? Igual como Java funciona, ele executa bytecode. E é por isso que eu consegui fazer o Droidtale, um port não oficial do Undertale para o Android)

O objetivo era conseguir rodar Undertale (e outros jogos feitos pelo GM:S) em uma VM feita em Kotlin, sendo possível portar a VM para outras plataformas (e assim portando os jogos também).